sexta-feira, 3 de abril de 2015

Silêncio com barulhos não é silêncio



Todas as vezes que Deus permaneceu em silêncio, sempre houve barulhos. Mesmo quando Ele esteja quieto os barulhos permanecem, pois sua quietude emite sons.

Quando em fase às circunstâncias no sofrimento de Jó, seu silêncio havia um barulho tremendo na vida daquele servo fiel.
Sua vida estava um reboliço tremendo, porque vários eventos catastróficos o perseguia, na morte dos filhos, na pobreza, na amizade e nas suas chagas.
O lado silencioso de Deus vinha com um contraste barulhento nas pessoas que presenciava o sofrimento de Jó.
Ele também sentia que o mundo não poderia permanecer sendo do mesmo jeito se ele não fosse extremamente fiel aos barulhos que o cercava.
A permissão de Deus que Satanás o atacasse demonstra que não existe silêncio por completo, pois quanto Ele possa está, o outro lado não. Então o silêncio nunca será absoluto! 
Até quando o vento sopra, ouve-se seu som! Até mais!

http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.