sexta-feira, 1 de julho de 2016

Malaquias o Profeta para Israel

Lembrando que aqui não é um tratado teológico, mas uma síntese pequena do livro de Malaquias:



Malaquias 1;2 e 3.


Israel estava defraudando os direitos dos trabalhadores, das viúvas e dos órfãos e ainda oprimindo o estrangeiro (verso 5), por isso que Deus estava indignado com eles. Tanto estava à situação ruim deles que Deus vos dar uma advertência: Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó [FILHOS DE ISRAEL], não sois consumidos. (Verso 6). Ora, se essa mensagem fosse pra nós porque Ele direciona a mensagem para Jacó, pois não somos israelitas na sua carne. Veja que... no verso seguinte ele pede para voltar aos seus estatutos... (verso 7), mas por que ele diz isso, uma vez que o verso seguinte fala de roubo? Porque eles estavam roubando os necessitados e oprimindo os trabalhadores dos quais não tinham como se ajudarem porque o órfão não tinha família do mesmo à viúva. Então como era de costume da sobra dos alimentos darem para eles, isso não estava acontecendo. Note que ele diz: ...”para que haja mantimento na minha casa”... (verso 10). Ora, é claro que Deus queria que tivesse na sua casa alimento para poder socorrer o necessitado.

Qual é problema? é não seguirmos a hermenêutica do capítulo, e não se esquecer dos capítulos anteriores.

Note que as repreensões eram para os sacerdotes quando se leem no capítulo 2 de Malaquias: "Agora, ó sacerdotes, este mandamento é para vós".

Se as repreensões eram para os sacerdotes de Israel que deflagravam os direitos de todos, então meus caros, como é que querem jogar isso para os dias atuais uma vez que a casa de tesouro o véu rasgou-se de cima a baixo quebrando todas às cerimonias e eventos que aconteciam, e mais: não tinha mais os sacrifícios de animais, pois os levitas acabaram? Tem algo errado aí! Só não ver quem realmente não quer!

Diante disso, ficar nos enganando ou mudando o contexto bíblico é pecado, e aquele que permanece é mentiroso porque muda o sentido da palavra - e o pai da mentira é o diabo (satanás).


Lembrando que a casa do tesouro permaneceu até a morte de Jesus cristo na cruz, mas quando da sua morte, o véu rasga de cima abaixo e toda às cerimonias se desfaz. Todo oferecimento de vendas dos pombos, cordeiros, vacas etc., acabaram, pois o legítimo cordeiro agora havia morrido para perdoar os pecados dos homens e não mais precisavam mais comprar rolinhas e todos os animais a fim de perdoá-los. O mercado acabou! As vendas supostamente desapareceram, até vir outros e começa...rem tudo de novo, isto é, novas vendas, novos objetos e novos conceitos dos quais não há comprovação nos escritos de Paulo e muito menos na igreja primitiva, ou seja, aqueles que se relacionavam como verdadeiros cristãos. Todos serviam de comum acordo, trazendo aos pés dos discípulos seus dinheiros, mas não para os benefícios dos apóstolos, mas pra ajudar os necessitados que queriam um pouco de algo que buscavam - leiam o livro de Atos que é muito claro. Mas hoje a Igreja busca para si. Jesus Cristo ainda não voltou e condena tal prática por causa desses tipos de igrejas atualmente. Pastores se beneficiando, padres, bispos e todas essas parafernálias. Deus disse: FUNDA MINHA IGREJA! Mas Senhor, tua igreja já não existe? Ele mais uma vez disse: FUNDA MINHA IGREJA. Daí a ideia da Igreja Remanescente - Irmãos que ficaram.

Um blog abaixo da média, mas desafiando a lógica.
http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.