quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

PT Acredita que o Governo Venezuelano está disposto a defender os Cidadãos


1. Condenamos os fatos e ações com vistas a desestabilizar a ordem democrática na Venezuela; rechaçamos ainda as ações criminosas de grupos violentos como instrumentos de luta política, bem como as ações midiáticas que ameaçam a democracia, suas instituições e a vontade popular expressa através do voto. Lembramos que esta não é a primeira vez que a oposição se manifesta desta forma, o que torna ainda mais graves esses fatos. 2. Nos somamos à rede de solidariedade mundial para informar e mobilizar os povos do mundo em defesa da institucionalidade democrática na Venezuela, fortalecer a unidade e a integração de nossos povos. 3. Nos solidarizamos aos familiares das vítimas fatais fruto dos graves distúrbios provocados, certos de que o Governo Venezuelano está  empenhado na manutenção da paz e das plenas garantias a todos e todas cidadãos e cidadãs venezuelanas. São Paulo, 18 de fevereiro de 2014. Rui Falcão Presidente Nacional do PT Mônica Valente Secretária de Relações Internacionais do PT - 
Fonte: http://www.pt.org.br/noticias/view/nota_do_pt_
Nota: O que podemos notar é que o povo venezuelano vai ao mercado e não encontra o suficiente para comer, ou alimentar-se dignamente, portanto, se estão lutando para alcançar algo, é por lhes falta o necessário. Não somos a favor de brigas ou guerras, contudo, fica difícil conseguir seus direitos sem lutas, mas, poderiam fazer um acordo onde os dois sairiam ganhando. Vandalismo e anarquismo não adianta nada, entretanto parece que o governo Venezuelano quer parecer um santo, e os ditos golpistas, como demônios. Coisa que não é verdade, é só observar direito o que está acontecendo no comércio de lá, inflação e falta de alimentos. [G].
http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/ * Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.