quinta-feira, 6 de março de 2014

Os Profetas são Homens de Deus


No passado no presente e no futuro sempre existiram profetas, Eles levam uma mensagem de Deus a respeito de coisas do passado, do presente e do futuro, que é anunciada pelo mensageiro que é dado o nome de profeta ou uma profetiza ( I Timóteo 1.18; 2 Pedro 1.20);  mas nem todos são verdadeiros; pois sabemos e entendemos que existiram e existem profetas falsos, que mentiram e mentem afirmando ter recebido de Deus uma mensagem. (Deuteronômio 18.20-22; Atos 13. 6-12; I João 4.1). Mas, o que queremos aqui é demonstrar o verdadeiro profeta que anuncia verdadeiramente a mensagem de Deus às pessoas, a fim de alertar como deve ser um servo de Deus e como pode conseguir alcançar a salvação. A Bíblia nos diz: “Zacarias, o pai de João, cheio do Espírito Santo, começou a profetizar”. (Lucas 1.67); ele profetizou que havia chegado o messias. Isaías fizera o mesmo quando disse que ele seria humilhado, maltratado etc. ( leia Isaías 53). Portanto, o profeta proclama ou prega uma mensagem de Deus: “Os que ficarem com vida cantarão de alegria; os que moram no Oeste proclamarão a grandeza do Senhor, e os que moram no Leste o louvarão. Os que moram no litoral louvarão o nome do Senhor, o Deus de Israel. Dos lugares distantes do mundo, ouvimos a canção de louvor ao Deus justo.” (Isaías 24.14-16). A pessoa que profetiza, isto é, que leva uma mensagem de Deus. No Antigo Testamento, os profetas eram porta-vozes da mensagem que Deus lhes mostrava ou dava-lhe para anunciar (Jeremias 27.4; Amós 3.7). No Novo Testamento, o profeta falava baseado na revelação do Antigo Testamento e no testemunho dos Apóstolos, a fim de edificar a igreja de Deus. (Atos 13.1; I Coríntios 12.28-29; 14.3; Efésios 4.11; I Timóteo 4.14). Os isralitas subdividem os profetas em anteriores de  Josué a 2 Reis e posteriores de Isaías a Malaquias. Geralmente o profeta nunca pregava sobre prosperidade, o que ele realmente levava era a mensagem de Deus para os homens como alerta, ou revelação relevante para conduzir o povo no caminho certo: “Então me digam: o que esperavam ver? Um profeta? Sim. E eu afirmo que vocês viram muito  mais do que um profeta.” (Lucas 11.9). Nessas palavras, João Batista estava confirmando a atuação de um profeta, e muito mais que isso, pois ele era o precursor do Messias. Quase sempre o profeta ele não usufruía de prosperidade, porque sua missão não era de fazer-se rico, mas de tornar a mensagem de Deus relevante nos ouvidos daqueles que ouviam. Portanto, sua missão era aderir e fazer que às pessoas fossem parecidas com o que Deus queria que eles fossem. Embora sabermos que prosperidade traz-nos benefícios, essa não era a prioridade de um profeta, pois como já vimos o profeta anuncia a mensagem de Deus. (Isaías 24.14). Moisés foi um profeta que deveria libertar o povo de Deus dá escravidão e levá-los a uma terra que manava leite e mel. Parece que todos os profetas sua principal função é libertar o povo da escravidão, talvez dessa do dinheiro. Porque o próprio Cristo não o quis, pois sabia e afirmava que seu reino não era desse mundo. Contudo, vivemos neste, e não nos é proibido termos dinheiro, embora sabermos que nossos bens nos prende ao mundo, uma vez que tomamos conta deles, para não perdermos. 
Concluindo, o profeta não valia-se de posição financeira, mas de anunciar a verdadeira mensagem de Deus, quer seja, para o presente ou quer seja para o futuro. [G].

http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/ * Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.