sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Um deus sem rosto?

  
                     Post: Cadê teu rosto? No Cristianismo o nosso Deus tem rosto - Jesus Cristo
Eu entendo que quando a pessoa é ignorante ela não conhece do assunto que está se tratando, pois não quis ou não teve a chance de conhecê-la.

Analisando um tributo com atos de jogar pedras em um suposto satanás, deve deixa-lo muito feliz porque uma simbologia não pode atingi-lo.

Para ele é muito interessante que essas pessoas permaneçam na ignorância, ou seja, sem conhecimento do verdadeiro Deus, uma vez que não existe outro que o homem possa alcançar salvação se não através de Jesus Cristo.

Tivemos essa semana vários homens que se feriram e até morreram e seu  deus (do islã) não pareceu para socorrê-los. Embora aconteça coisa semelhante com o cristianismo, há uma grande diferença, pois os verdadeiros cristãos não adoram nem um profeta e tão pouco um Deus que não os ouve.

Veja a reportagem e logo em seguida volto:  notícia

Voltei:
É verdade que Abraão teve dois filhos – um de uma serva, e outro – de sua mulher. Não parece que o filho da sua companheira esposa não teria mais direito que o filho da serva? Parece muito óbvio! E por que os muçulmanos dão mais importância em acreditar que a descendência de Ismael é mais importante do que Isaque uma vez que ele era o filho da promessa? “A qual aliança fez com Abraão, e o seu juramento a Isaque”. (Salmos 105:9);Mas nós, irmãos, somos filhos da promessa como Isaque”. (Gálatas 4:28 )
Conquanto o Apóstolo Paulo iguale todos ao nível de receber salvação, não descarta de todos terem que acreditar em Jesus Cristo para ser salvo. Mas não é acreditar como sendo um profeta, porém, como o filho de Deus – o Emanuel – Deus conosco. “Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna”. ( 2 Timóteo 2:10);  Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus”. (Gálatas 3:26)
Portanto, não adianta crer num profeta que não acredita que Jesus Cristo é o filho de Deus e o próprio Deus: “Disse-lhe Filipe: Senhor mostra-nos o Pai, o que nos basta”. (João 14:8).

Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”(João 14:9). Ora, ninguém pode se igualar ao pai se no mínimo não tivesse o mesmo poder!

Veja que quando Jesus Cristo apresenta a mulher samaritana que Deus é espírito, e que importa que o adorem em espírito e verdade (João 4.24), está no contexto se igualando ao Pai, porque logo adiante quando quer apresentar-se como o ungido (Messias), diz: Jesus disse-lhe: Eu o sou, eu que falo contigo” (Verso 26).

Embora os muçulmanos não acreditem na Bíblia como um livro sagrado, pois se realmente crer-se deveriam ao menos saber quem apareceu para revelar que ele seria pai do filho da promessa era o próprio Jesus Cristo.  E disse: Meu Senhor [no meio dos três anjos, tinha um que ele chama de Senhor] se agora tenho achado graça aos teus olhos, rogo-te que não passes de teu servo”. 

 (Gênesis 18: 15-35 ), contudo acreditam na descendência de Abraão escrita na própria Bíblia Sagrada. Estão no mínimo diante de uma contradição!

Todo o contexto transmite a ideia que era Jesus Cristo, pois Abraão falando com o anjo do Senhor como sendo o próprio Deus, e somente Jesus Cristo se iguala a Ele.

O profeta messiânico Isaías apresenta um fator muito importante para que creiamos que Jesus Cristo é o único salvador e um Deus também: Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há Salvador”. (Isaías43: 11).

Isaías não está apresentando o Pai, mas o filho, pois todo o seu livro fala do homem que veria salvar em torno de oitocentos anos antes de ele ter vindo.
Então acreditar que o profeta Maomé seja verdadeiro, e não apresentar Jesus Cristo não sendo geração de Isaque, como o salvador em vez de profeta, faz dele um falso profeta.
Ademais Deus não disse que era Ismael o filho da promessa, mas Isaque. (Gálatas 4:23).

Perceba que Jesus Cristo também era judeu da tribo de Judá, uma grande confirmação que não poderia vir de outra descendência porque apresenta que essa tribo pertencia da geração de Abraão.

Concluir-se então que os islamitas estão adorando ao Deus falso, pois não apresenta Jesus Cristo, Aquele que viria trazer salvação aos homens. O Alá deles não pode ser o YHWH nosso, visto não têm filho e muito menos rosto.

Eu gostaria de saber, como eles (muçulmanos) serão salvos sem um intercessor entre eles e Deus. [G].



Um blog abaixo da média, mas além dos fatos.
http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.