quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Apascentando para si


Os homens sempre ou quase sempre estão preocupados consigo mesmo, pois é basicamente o que lhes interessa uma vez que muitas vezes querem atender os seus anseios.

Destes, muitos si fazem preocupados o que se deve ter pra si porque vivem supostamente numa batalha constante no que se refere o ter a fim de alimentar-se.

Não há quase quem não queira usufruir do que a vida nos oferece, e quantos mais têm, mais querem visto o que lhes importa é saber que está socorrido pelo o que conseguiu.

É uma batalha constante no poder agir no âmbito de si próprio. Embora pareça para muitos que nós estejamos fazendo isso porque queremos nos alimentar, quase tudo não passa de uma ambição para que possamos mostrar que somos melhores porque temos mais que outros; e não bastante, nos tornamos orgulhosos disso.

Queremos parecer o que não somos para que não pensem mal de nós, e assim passarmos de bonzinhos, então, alguns fazem supostamente ajuda para outros no intuito de mostrar que estamos atendendo as necessidades daqueles que nos cercam.
Quando olhamos para os escritos originais – a Bíblia, conhecemos e entendemos que aqueles que andavam ao redor do Mestre, a saber: Jesus Cristo, eles não estavam preocupados em atender a outros.

Um dos exemplos é o caso de Pedro quando Jesus Pergunta três vezes se ele o amava (João 21.15, 16 e 17).

O contexto nos apresenta que eles estavam fartos, pois havia pescados peixes, e agora em descanso, talvez não mais preocupados com outros (próximo), Jesus agora o instiga, se ele amava-o. 

Isso causou em Pedro um tremendo desespero porque sabia que o amava, mas nem tanto.

Jesus Cristo haviam-lhes socorridos, havia lhes dado peixes para comerem, fez o milagre de encherem as redes, porém, não mais necessitando de mais, agora verem-se contentes.

Ah, como é triste saber que estamos contentes com pouco porque pensamos somente em nós, enquanto, alguns perecem sem comida.

Quando Jesus pede para ele apascentar as suas ovelhas, o texto não deixa duvida que ele estivesse tratando não somente em cuidar das ovelhas, contudo, alimentá-las.

O problema está que não compreendemos que iremos necessitar também: Na verdade, na verdade te digo que, quando eras mais moço, te cingias a ti mesmo, e andavas por onde querias; mas, quando já fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá, e te levará para onde tu não queiras”. (verso 18). 

A idade vem e necessitamos que nos carreguem, mas quem irá fazer isso? Não se sabe por que não conhecemos o futuro. Hoje estamos felizes porque estamos cheios de peixes, então, para que se preocupar com o próximo, não é verdade?

Saibam que Ele nos repreende quando pergunta: Galhardo, tu me amas? Sim, Senhor! Então, responde: Apascenta as minhas ovelhas. 

Não queremos alimentar porque isso nos pesa o bolso (do orgulho). [G].
 Quando foi que Pedro entendeu que estava errado? Quando distribui para todos os partir do pão no pentecostes: "E perseveravam na doutrina dos Apóstolos, e na comunhão, e no partir do PÃO, e nas orações". (Atos 2.41).
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Atos 2:42

Um blog abaixo da média, mas desafiando a lógica.
http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.