quinta-feira, 9 de abril de 2015

Deus não erra seu chamado



Quando Deus chamou Saul, Deus não errou!

Foi Saul que desobedeceu a suas ordens, mas Deus sempre acerta.

Deus acertou, contudo Saul estava longe de querer submeter-se a Sua vontade.

Uma coisa é ser chamado para o serviço designado, e outra é fazer este serviço.

“Veja esse detalhe:” Então disse Saul a Samuel: Pequei, porquanto tenho transgredido a ordem do Senhor e as tuas palavras; porque temi ao povo, e dei ouvidos à sua voz. ”

1 Samuel 15:24; ou seja, ele sempre cometia erros, não foi somente um, foram vários, pois sempre queria fazer as coisas do seu jeito. Não é isso que acontece com a igreja hoje?
Não basta obedecer somente a um chamado, tem que dá continuidade a este, pois na educação do filho prodigo observamos isso quando ele gastou tudo que tinha, mas o outro permanecia fiel.

“Contudo, ele “depois se arrependeu,” Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento”. Lucas 15:7 ; mas Saul, não! Saul achava-se superior, que possuía toda a riqueza e no mais, não atendia a ordem. Não é isso que acontece na igreja de Laodiceia, “Sou Rica e não preciso de mais nada....”?

É o chamado, engano dos enganos! Saul permaneceu em conflito com Deus e sua vontade.

Em nenhum momento na Bíblia afirma que Deus errou em chama-lo. O que acontece muitas vezes e quase sempre é nosso orgulho ser superior, somos: os tais, e, portanto, nada pode nos atingir.

Saul talvez imaginar-se que poderia vencer sem ajuda de Deus.  Comumente muitos pensam assim no seu íntimo, eu consigo, eu posso, eu estou em conformidade porque pertenço a essa igreja que Deus chamou.

Ora, Deus pode chamar qualquer um, agora permanecer fazendo sua vontade é outra coisa bem diferente.

Deus tentou buscar Saul mais de uma vez, porém, era ele que não queria. Veja o que disse Jesus: “Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma dracma, não acende a candeia, e varre a casa, e busca com diligência até a achar?
.
E continua: “E achando-a, convoca as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a dracma perdida.
Assim vos digo que há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende”.
Lucas 15:9-10.

Saul era uma moeda perdida, mas esse Deus queria acha-la! Entretanto essa caiu no fundo da sua vontade adquirida porque achava-se rica. Uma igreja rica muitas vezes é uma igreja que pensa somente nela, e tem medo de perder o que adquiriu. Vcs conhece alguma?

Veja que o seu irmão estava preocupado somente com ele, mas teve que ser advertido pelo seu pai para entender que não era somente ele que deveria ter as coisas, conquanto o outro merecesse tbm.

E saindo o pai, instava com ele. Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos;
Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado.
E ele lhe disse: Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas;
Mas era justo alegrarmo-nos e folgarmos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se.
Lucas 15:29-32.

Deus sempre avisa através dos seus profetas, porém, muitos não querem obedecer às ordens do altíssimo.

Mas se não derdes ouvidos à voz do Senhor, e antes fordes rebeldes ao mandado do Senhor, a mão do Senhor será contra vós, como o era contra vossos pais. 1 Samuel 12:15.

Conclusão

Deus está sempre pronto para nos ajudar. Isso só depende de sermos fiéis ao que ele nos designou, mas mesmo nós muitas vezes errarmos ele é fiel ainda para nos perdoar e nos resgatar desde que reconheçamos que estamos no erro.

Embora muitas igrejas não admitam que estejam nos erros, porque está ricas e cheias de patrimônios, Deus assim mesmo as chama: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem”. João 10:27.

 http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.