domingo, 12 de abril de 2015

Sucesso e fracasso o que é verdade?



Segundo o dicionário sucesso - Significa ter êxito em alguma coisa;Ter um resultado feliz em algo;Conseguir chegar ao fim de uma empreitada.

Fracasso está definido na norma como a falta de habilidade de um componente, equipamento, subsistema ou sistema para realizar sua função planejada. Fracasso pode ser a resultante de uma ou várias falhas.

Sucesso para mim está relacionado em conseguir aquilo que planejou e chegou ao objetivo.

Em contraste temos o fracasso, que não é chegar naquilo que almejou chegar.

Por exemplo: fez planos para se formar em engenheiro, e não conseguiu.

O sucesso pode ser alcançado de várias formas, desde que esteja bem definido aonde ele pretende chegar.

Uma pessoa que tem vontade de ser um grande blogueiro, e conseguiu, essa pessoa obteve sucesso. Não parece óbvio? Mas muitos acham que ter sucesso está relacionado com dinheiro, e não é!

O sucesso alcançado é o planejamento daquilo que vc focou a fim de conseguir chegar.

Chegou-se, teve sucesso! Coisas simples mesmo o lavar uma roupa, secar e passar, ao término, teve sucesso no trabalho. Uma dona de casa que cuida bem de sua casa e no final do dia ver todo seu serviço terminado, conseguiu ter sucesso, pois alcançou um fim estabelecido pelos seus parâmetros que definiu ter.

Por outro lado, o fracasso seria planejar algo para fazer e não conseguir termina-lo. Um pedreiro que começa construir um imóvel e vai embora deixando o contratante na mão, o dono do imóvel fracassou, pois não viu sua construção terminada; ao menos que contrate outro para terminar a sua obra.

Para dar uma visão maior, estamos diante de dois homens, um é excelente orador, é rico, é prospero, mas não alcançou o céu, visto sua visão era ter dinheiro mesmo sendo honesto. O outro é um homem pobre, simples, porém sua vida foi um exemplo, e, portanto, foi salvo. Quem teve êxito uma vez que os dois lutavam pela mesma coisa, entretanto de formas diferentes? O segundo, óbvio!

Não procede então a aplicação que um homem para ter sucesso precise ter coisas (prosperidade).

O jovem rico tinha tudo, e não somente isso, ele guardava os mandamentos desde criança, mas não alcançou salvação, porque a trocou por sucesso terreno; ou seja, prosperidade financeira (tesouro).

Jesus ainda o alertou: “vai vende tudo que tens, e dá aos pobres!”.

E, vendo Jesus que ele ficara muito triste, disse: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas!Lucas 18:24

Não cabe mais este argumento desnecessário para ser um homem de sucesso, precise ganhar dinheiro; sucesso na vida depende do ponto de vista do seu desígnio de vida. E para os cristãos seria uma incoerência diante do que Jesus pregou: “de que adianta o homem ganhar o mundo inteiro e perder sua alma?”.

Perceba que não estou afirmando que o homem não possa ter dinheiro, mas a Bíblia nos deixa bem claro: “O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males”.

Por que isso? Porque o foco não é mais Jesus Cristo, mas o dinheiro em si como um meio, e jamais será um fim para a salvação.

Muitos pregadores contemporâneos adentram-se nisso como um resultado de coisa certa que fazem, contudo, que engano absurdo!

Mostram-se como vivem de maneira próspera como se isso fosse ser a vontade de Deus para sua vida, porque se auto-observa, avaliando-se como tais, e por não haver erros, porque pensam serem mais próximos de Deus, visto são ricos.

Não consigo ter outra visão nisso, pois me parece que se nós os seguirmos seremos iguais como são, indica serem, são prósperos, porque diante de Deus são melhores? Que coisa mais ridícula de se mostrar!

Deus tem sua escala padrão de homem perfeito, o que dizer de Paulo, Pedro, Jonas, Jeremias dentre outros, seriam eles homens fracassados? Claro que não, pois cumpriram suas metas!

Não nos parece estranho Deus escolher simples pescadores, como André, Tiago e Pedro? Por que não escolheu os doutores da época? Não seria mais fácil pregar o evangelho com quem tivesse dinheiro e prosperidade? O que disse Jesus: “Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultastes estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.” (Mateus 11.25).

Contudo, muitos pensam que “o tesouro dos céus” faz-se de tesouros terrestre; e não conseguem ver a lógica da revelação de Jesus Cristo.
Assinalam-se para si como um comportamento a ser estabelecido registrando sua posição quando se olha diante de seus feitos.

Qualquer que seja seus títulos e coerências, que usam sobre fatos apresentados diante de argumentos que o reino de Deus possa ser alcançado sobre o pretexto de sucesso financeiro, isso não procede de maneira ante a submissão que todos devem ter diante do Altíssimo.
 Possa até ter a ousadia de dizer, denota incompatibilidade de ser cristianismo puro.

“Praticam, porém, todas as suas obras com o fim de serem vistos dos homens (...). Amam o primeiro lugar nos banquetes e as primeiras cadeiras nas sinagogas (templos), as saudações nas praças e o serem chamados mestres pelos homens.” (Mateus 23.5,6 e 7).

É totalmente improcedente e difícil de acreditar que um homem que constrói todo seu império aqui na terra, possa ser salvo, uma vez que o mundo de Deus é diferente deste aqui.

“Não ameis as coisas que há no mundo”, esse é um recado muito importante para todos nós.

Isso é um assunto muito sério de se tratar para aqueles que um dia querem está do lado de seu mestre, a menos que não tenha nenhum interesse por isso, então pode continuar do jeito que está.

Essa situação que se empregam, porque não são poucos que fazem isso, é totalmente contrária com o sucesso previsto por Jesus Cristo quando mostrado a sua situação e de seus companheiros que viviam a margem da sociedade.

Hoje os homens fazem questão de treinarem seus oradores para observar reações, emoções e eventos externos com um único propósito, ganhar dinheiro.

Como pode esses, ser salvos? Seu findar será a destruição, pois o reino de Deus não se faz dessa estratégica maligna.

Conclusão

Deus irá julgar o homem pelos seus atos (obras), e não pelo que tem, pois se fosse pelo que ele tem, seus mandamentos seriam em vão, uma vez que os mandados são constituídos para com que eles irão fazer.

Assim sendo, suas obras deve ser condizentes com sua fé que possuem em Jesus Cristo. E é isto, a verdadeira vitória e o verdadeiro sucesso.

 O resto é balela de quem quer induzir os cristãos aos ensinos contrários aos dogmas do cristianismo.

Aqueles que não compreenderem o verdadeiro sucesso – a vitória eterna: serão constrangidos com o verdadeiro fracasso que lhes dirá: “Nunca vos conheci!”.

Entretanto, para os outros o chamado é, “vinde benditos de meu Pai, gozai por herança o tesouro que Eu vos tenho preparado, desde a fundação do mundo.” Esse sim, o sucesso, o Tesouro Eterno que venha logo! Amém! [G].

 http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.