quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Tal Mestre tais alunos




Minha mãe me dizia: "Filho vc é o mais velho, [isto é, o primogênito], então cuide dos seus irmãos!". Ora, aí ela estava me dando autoridade plena sobre os outros. Percebeu?

Embora sendo igualzinho aos outros irmãos, eu tinha uma autoridade sobre eles. O que retrata que a mim me pertencia um poder sobre todos. O caso de Jesus é maior, pois além de ter a autoridade plena, ele mesmo era esse em si mesmo.

Há uma diferença, em ter e ser. Ter é quando vc recebe de alguém isso. E ser, é quando vc intrinsicamente já a possui em si mesmo.

Quando um rei recebe autoridade. Ele passar a ter autoridade, mas quando já a tem, ele a possui como ser.

O Rei tem autoridade porque tem, ou seja, é ela intrínseca, pois possuiu-a. Um governador é a autoridade máxima num estado ou país porque a possui. Ele não passa a ter, mas já a é porque já a tem.

Um professor é a autoridade numa classe porque já a possui, ele não passa a tê-la, pois já a tem. Ele é a autoridade na classe.
O professor não precisa dizer para os alunos - eu sou a autoridade na classe porque todos mentalmente já sabem que ele a possui, pois é o que comanda esta.

Assim Jesus Cristo se espanta quando Felipe pede para mostrar o Pai, visto ele representava-o como tal. E ele tinha autoridade para assim fazer. Tanto é verdade que expressou ser o Eu Sou.
O filme ao mestre com carinho retrata bem isso, pois o professor tem autoridade na classe, mas ensina seus alunos com amor.

Embora exercendo toda autoridade de mestre, mesmo tendo-a retrata sua benevolência aos alunos, quanto até sua paciência esperando que todos mudem, o mesmo que fez Jesus Cristo de comum acordo com o Pai Eterno.
Veja o filme: 

Um blog abaixo da média, mas além dos fatos.
http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.