segunda-feira, 4 de março de 2013

Profetas de Plantão não adverte com à Bíblia


       
Eu havia dito que, estaria dando fim hoje aos meus escritos; mas, não pude deixar de ver algumas pessoas defendendo alguns assuntos, sem usar à Bíblia Sagrada. Aqueles que dizem saberem do que falam, do que escrevem, do que sabem pensar, são os mesmos que não usam a Bíblia para aprofundar seus argumentos dentro do que é mais relevante: Os escritos proféticos. Se você cristão faz críticas há alguns pastores, membros, deputados, etc. E não fundamenta seu argumento na Palavra de Deus, onde poderia apresentar à verdade para eles, não adianta nada está indignado, haja vista, não mostrou como deveria agir diante de Deus.

“O Senhor está indignado contra todas as nações; sua ira está contra todos os seus exércitos. Ele os destruirá totalmente, ele os entregará à matança”. (Isaías 34:2).

Tanto aqueles que buscam está vivendo certo, como próprio Deus, não gosta do que está acontecendo hoje nos ditos: Neopentecostalismo, como também no neoateísmo, na Teologia da Prosperidade, etc.

Jó havia perdido tudo e manteve-se fiel à Deus; enquanto os amigos não faziam o mesmo: "Estou indignado com você e com os seus dois amigos, pois vocês não falaram o que é certo a meu respeito, como fez meu servo Jó. (Jó 42:7).

Conclusão: Em meio à cobiça e adoração aos tesouros, Jesus deixou uma recomendação para nós e para aqueles que usam o dinheiro dos fiéis: Jesus respondeu: "Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus. Depois, venha e siga me". ( Mateus 19:21). Embora à recomendação tenha sido feita para o jovem rico, serve para aqueles que seu coração está preso em seus bens. (G).