domingo, 29 de junho de 2014

O Enigma as Maízas (Mulheres)

“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores” (Efésios 4: 11).

“E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele”.
 (Números 12:6).

A afirmação de cuidar da sua casa em detrimento porque não anda bem, não é válida; quando os assuntos expostos se faz mais necessário à vontade de Deus.
E falaram Miriã e Arão contra Moisés, por causa da mulher cusita, com quem casara; porquanto tinha casado com uma mulher cusita. (Números 12:1).

Miriã e Arão estavam achando que não era certo que Moisés casar-se com uma mulher que não si fazia aos seus costumes, porém, Deus não via assim.

Deus nunca (geralmente) age segundo a vontade humana, Ele pode atender uma vontade humana quando esta se faz necessário; muitas vezes por sentir o sofrimento daquele que vive em dificuldade.

Ninguém consegue provar se no caso de Moisés ele sentia uma dificuldade em manter-se casto, ou até mesmo fiel no que se trata ao desejo sexual no sentido de atração por uma mulher a qual gostava aos seus olhos, ademais seria necessário que casar-se a fim de manter gerações.

E que aconteceu? “Não é assim com o meu servo Moisés que é fiel em toda a minha casa.

Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a semelhança do Senhor; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o meu servo, contra Moisés? (Números 12:7-8).

Mas não para por ai, veja: Assim a ira do Senhor contra eles se acendeu; e retirou-se. E a nuvem se retirou de sobre a tenda; e eis que Miriã ficou leprosa como a neve; e olhou Arão para Miriã, e eis que estava leprosa. (Números 12:9-10).

Mesmo Miriã sendo profetiza não passou pela repreensão de Deus, pois estava confrontando um servo Dele, como é-nos dito no verso 7. Embora possamos admitir que isso não se possa levar ao pé da letra com referência há outros assuntos, não podemos deixar de observar a importância que é não tentar ir de confronto aqueles que estão servindo a Deus.

Além do mais, um profeta só pode ir contra outro profeta quando esse é chamado por Deus para intervir nas ações do outro.

Veja neste caso: quando Deus pede para que Natã vá até a casa de Davi a fim de repreendê-lo pelo seu pecado. (2 Samuel 12).

Então, e quanto mais aqueles que não são profetas?

Assim Deus envia um enigma para trazer a atenção daqueles que investe contra esses.




http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/ * Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.