quarta-feira, 5 de agosto de 2015

A cara dos profetas atuais não é a face de Deus



Muitos almejam falar em nome de Deus, porém, sua profecia não passa de invenções humanas, pois, profetizam coisas estranhas, tendo com fundamento suas interpretações. Assim diz o Senhor: "A panela protege a carne, mas esta cidade não os protegerá (Não há quem vos proteja!)" Ezequiel 11.11. 

O homem quer ter reconhecimento de Deus quando insiste em profetizar. Entretanto, Deus não fala em ouvidos desatentos, pois eles se fazem de rebeldes.

O profeta executa atos simbólicos com o fim de anunciar diante do povo a reprovação que Deus não está contente.

Leia-se: Da proteção da carne na panela, mas eles mesmos não estão protegidos, pois profetizam mentiras nos seus meios (terra).

Quando suas profecias não estão sendo exemplo em nada porque não têm nenhum resultado.

Quando Deus falou para Jeremias disse que estava indignado, porque eles queriam falar (profetizarem) como se fossem ele dizendo, mas Ele o disse: "Homem mortal, pegue uma espada afiada e com ela corte a barba e os cabelos. Depois, pese os cabelos e os pelos numa balança e divida-os em três partes". (5.1).

Essa barba simbolizava o respeito do homem a Deus, mas quando esta tirada e repartida seria a reprovação que Deus não estaria ouvindo esses que se diziam profetas, mas não eram.

A barba era um símbolo do povo de Israel, sua quantidade, mas quando rapada, era que o povo seria rejeitado e destruídos por outros povos.

Assim sendo, Deus castiga todos aqueles que querem falar no nome Dele, e não o representa, porque ele não o falou.

Além do mais, apresenta profecias enganosas e estranhas, pois não viu e nem ouviu.

Segundo sua perspectiva e sua vontade querem introduzir com supostamente seus anseios em fatos, porém, esses não são cumpridos.

Alegam que o mundo irá acabar em tais tempos (dando datas), onde essa não é determinada. E somente ele sabe o dia e hora.

Querem rebocar as paredes onde os buracos estão grandes.

Assim como Deus disse para Jeremias, ele hoje diz no nosso meio: - homem mortal arrebente esta parede. (8.6).

A parede de profecias que não são certas, pois o furor de Deus está grande contra todos os falsos profetas desse tempo.

Em meio ao um povo corrupto, perverso e idólatra, Deus se viu obrigado em condená-los.

Ainda assim, eles queriam passar que estavam com Deus quando profetizam mentiras e absurdos de costumes que aprenderam em meio aos erros de outros povos.

Deus rejeitava principalmente aqueles que se fazia de pastores bondosos, mas no fundo, não era, pois não apascentavam suas ovelhas. Neste caso, Deus havia: rejeitados, porque não aceita pecados.

O homem tem uma responsabilidade diante de Deus, seja essa, como fator principal que envolve sua conduta.

E Ele julga conforme sua atuação, ou seja, diante das suas ações (dos homens).

Não se pode ser profeta quando se envolve com mentiras, apostatamentos, maldades e adorações estranhas.

O problema era o seguinte, o povo ouvia e até meditava no que o profeta estava anunciando, mas seus negócios não lhe davam chances de atuarem segundo a reprovação que os assolava.

Alguém conhece algo parecido?

Ao que possa ser retumbante nas suas mentes, nos seus corações faziam-se moradas.

Os prazeres são maiores que suas vontades. Poderiam, em algum momento querer ser perdoados, mas os adultérios (porque estavam contra Deus, uma vez que o materialismo era maior), não deixava-os.

Sim, suas escolhas estavam contra os anseios de Deus, porque eles foram escolhidos, não para pastorear outros costumes (materialismo e ocultismo), porém, a anunciar salvação aos outros povos.

Os pastores de Israel estavam liderando muitos, sob uma forma autoritária quanto perversa sobre um suposto manto de santidade: “Vocês comem carne com sangue, adoram ídolos e cometem crimes de morte. Por que é que estão pensando que a terra é de vocês?” (33.25).

Eles imaginavam que estavam agradando a Deus porque imaginavam que a terra os pertencia, mas não. (verso 25).

Conquanto nesse meio houvesse os falsos profetas (pastores), ele tinha seus verdadeiros seguidores e não iria deixa-los a vida toda ante esses homens para sempre.

“Por isso, vocês, pastores (falsos profetas), PRESTEM ATENÇÃO: ‘Eu, o Senhor Deus, declaro que estou contra vocês”. (34.9 e 10).

Embora pareça que Deus esteja somente contra os falsos profetas ser verdade, não era somente eles que estava pervertendo o caminho do Senhor, mas muitos outros.

Os próprios interesses individuais os faziam, homens idólatras, pois a causa deles era maior que a Deus.

O profeta Ezequiel através do anuncio que Deus lhe enviara, reprovava todos aqueles dos quais havia escolhido, não os deixou, passar por vergonha a vida inteira.

Deus despreza quando tentam envergonha os seus, quando alguns pensam que necessitam fazer isso por completo.

Deus têm ciúmes do seu povo mesmo este os repreendendo.

Seus mandados possam ser reais, e por algum que escolhe, nem por isso, não se faz surdo ao clamor daqueles que se volta para Ele.

Lembremos que ele enviou seu filho para salvá-los. (João 3.16).

Assim ele diz: “Eu lhes darei um coração novo e porei em vocês um espírito novo”. Tirarei de vocês o coração de pedra, desobediente, e lhes darei um coração bondoso, obediente (as minhas leis). (36.26).

“Porei o meu Espírito dentro de vocês e farei com que obedeçam ás minhas leis e cumpram todos os mandamentos que lhes dei.” (verso 27).

Então é assim que Deus age. Uma vez que o homem se arrependa e retorne a ele, seu coração é transformado e recebe o verdadeiro Espírito para ai, sim, profetizar, certo. [G].

Um blog abaixo da média, mas além dos fatos.

http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.