segunda-feira, 27 de julho de 2015

OS FANTOCHES DOS JOGOS

"A CAPA DA COPA" E DO PAN

Ontem eu estava ansioso porque queria vê a final do vôlei no Pan de Toronto. Sabia que o Brasil iria enfrentar a Argentina. Já havia assistido as mulheres perderem e acreditava que os homens venceriam.

Então não foi isso que aconteceram, eles estavam muito bem, havia ganhado o segundo e o terceiro set, mas perderam por falta de atenção, o quarto e o quinto.

Pensando bem, o que isso iria mudar na vida? Simplesmente nada! E por que eu estava tão preocupado com isso? Porque fui condicionado a gostar disso!

Assim, o problema estava na minha intenção resultante em direcionar-se naquilo que não há nada que ajude o próximo.

Na verdade o que realmente acontece, é eles ganharem mais dinheiro, e nós continuarmos com nossas vidinhas insignificantes.

O dinheiro investido nisso tudo poderia tirar das ruas muita gente.

O dinheiro investido poderia matar muita fome no Brasil.
O dinheiro investido poderia resolver muitos problemas na educação.

E por ai vai...

Mas o que nos falta? Sim, caro amigos, o que está nos faltando é amor ao próximo.

É verdade que muitos sobrevivem de esportes e até precise disso para sustentar suas famílias, contudo, gastamos e pagamos absurdos para nos satisfazer, enquanto muitos passam necessidades.

“O amor depende do espaço interior que se abre e não do espaço exterior que nos oferece”.

“(O tenente-general VIDELA, segundo pesquisas, teve sua “simpatia” aumentada em 30% após sua participação no encerramento da Copa do Mundo realizada em seu País)”.

Ano: 1978

Alheação: Futebol

Alheação: Desvinculamento com a realidade ao redor, no sentido vulgar seria uma pessoa avoada, sem sintonia com os acontecimentos que se passam ao seu derredor, desinteresse pelo mundo imediato.

“Caso: Enquanto 25 milhões de argentinos sorriam, bebiam, gritavam a felicidade de serem campeões, as famílias de 6 mil pessoas desaparecidas por motivos políticos choravam diante do maquiavélico espetáculo”.  (De Barros, N. – Fantoches pág. 55).

“DESPERTE O SENSO CRÍTICO”.

Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? “Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará na mais fina refeição”. (Isaías 55:2).

Deus está nos instigando a amar o próximo.



 


Um blog abaixo da média, mas além dos fatos.
 
http://igrejaremanescente-igrejaremanescente.blogspot.com.br/* Serão permitida reprodução total quanto parcial, onde poder ser incluídos textos, imagens e desenhos, para qualquer meio, para sistema gráficos, fotográficos, etc., sendo que, sua cópia não seja modificada nem tão pouca alterada sua forma de interpretação, dando fonte e autor do mesmo. P.Galhardo.